sábado, 4 de janeiro de 2014

Promessas a descumprir

Olá mundo criativo da internet! Quanto tempo não venho aqui (reclamar) falar... Deve ser bom sinal, sinal de que eu tenho me ocupado mais.  Hoje volto pra Brasília, depois do recesso. Sim, arrumei um trabalho, estou feliz, mas ainda meio insegura, vou me adaptando.
Estes últimos tempo tenho repensado bastante minha vida, fim de ano com todo aquele blábláblá, e percebi o quanto eu tenho acumulado coisas. Essa é a meta para 2014, desacumular. Eu sei isso vai ser complicado e o complicado é que olhando pra trás, eu não tinha essa mania.
No ano que passou, também fiquei mais longe da minha família e pela primeira vez isso doeu, hoje prestes a voltar pra minha casa, sei lá bateu o peso de ter dito tão poucas vezes eu “te amo”, “eu sinto saudades” ou então apenas de valoriza-los mais.
Sim ando meio que em uma crise sentimental, uma das coisas que eu aprendi no meu namoro. Neste momento até percebo isso de maneira positiva, mas sei que ainda preciso melhorar em expressar isso. Até com o namorado.
O namoro como sempre cheio de altos e baixos, mas eu tenho ficado mais impaciente. Ele tem reclamado tanto também. Estes dias brigamos porque ele sente-se mal por eu falar que antes eu era tão feliz, por hoje eu reclamar tanto e por demonstrar tão pouco felicidade.
Repensando isso, acho que eu sempre fui de muitas crises(releia qualquer outra publicação deste blog), eu adoro reclamar ou questionar a ordem das coisas. Sim eu vivi muitos momentos bons, mas sempre vivi intensamente as mudanças. Além do mais, não fujo da responsabilidade, EU preciso me fazer feliz, correr atrás disso.

Fim/inicio de ano é isso, metas (que a gente nunca vai cumprir). O que eu posso garantir hoje é que eu estou estabelecendo objetivos e pensando em caminhos, se vai ser como eu planejei, pouco me importa. Eu já aprendi que preciso lidar e fluir também com as mudanças que estão no caminho.

Nenhum comentário: